Disciplinas Obrigatórias: (clique abaixo e veja e ementa)

Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Sim
Carga horária: 60h teóricas
Créditos: 4
Linha de pesquisa: 1

EMENTA: A construção da Agroecologia como ciência. Bases epistemológicas da Agroecologia. Conceitos e princípios da Agroecologia. Agroecologia como base científica para agriculturas mais sustentáveis. Do agroecossistema aos sistemas agroalimentares: unidades de análise. Uma ciência do campo da complexidade: a integração de diferentes campos do conhecimento. Análise histórica dos impactos da agricultura convencional. Agriculturas alternativas como contraponto aos pacotes agroquímicos da “revolução verde”. Noções de desenvolvimento: ecodesenvolvimento, desenvolvimento sustentável, desenvolvimento local, desenvolvimento rural e o desenvolvimento territorial. Desenvolvimento territorial sustentável e agricultura sustentável: perspectivas ecotecnocrática e ecossocial. Desenvolvimento territorial com enfoque agroecológico. Diálogo e religação de saberes sócioecológicos: desafio do século XXI.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Sim
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de pesquisa: 2

EMENTA: Introdução à filosofia da Ciência. Fundamentos epistemológicos das ciências e da interdisciplinaridade. Conceitos e fundamentos da interdisciplinaridade. A construção do conhecimento científico. Problematização, hipóteses e objetivos da pesquisa em Agroecologia e desenvolvimento territorial sustentável na abordagem interdisciplinar. Métodos de pesquisa e formas de interpretação científica da realidade numa perspectiva interdisciplinar. Normas técnicas da produção científica.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Sim
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de pesquisa: 3

EMENTA: Teorias de transição. Transições socioecológicas. O metabolismo energético das sociedades humanas. As transições na agricultura. Estímulos e barreiras para a transição. Multidimensionalidade da transição agroecológica – dimensões histórica, social, econômica, ecológica, biológica, cultural, educativa, política, normativa e ética. Análise multiescalar da transição agroecológica. Planos, estratégias e avaliação do processo de transição agroecológica: dos agroecossistemas aos sistemas agroalimentares. Transição agroecológica para o desenvolvimento territorial sustentável do semiárido.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Sim
Carga horária: 120h
Créditos: 8

EMENTA: Esta disciplina destina-se ao período em que o pós-graduando estará compilando os dados coletados, fazendo análise e desenvolvendo o material para a finalização da confecção da Tese. A Tese ou Trabalho de Conclusão final do Doutorado poderá ser apresentado em diferentes formatos, tais como dissertação, revisão sistemática e aprofundada da literatura, artigo, patente, registros de propriedade intelectual, projetos técnicos, publicações tecnológicas; desenvolvimento de aplicativos, de materiais didáticos e institucionais e de produtos, processos e técnicas; produção de programas de mídia, editoria, composições, concertos, relatórios finais de pesquisa, softwares, estudos de casos, relatório técnico com regras de sigilo, manual de operação técnica, protocolo experimental ou de aplicação em serviços, proposta de intervenção em procedimentos clínicos ou de serviço pertinente, projeto de aplicação ou adequação tecnológica, protótipos para desenvolvimento ou produção de instrumentos, equipamentos e kits, projetos de inovação tecnológica, produção artística, sem prejuízo de outros formatos, de acordo com a natureza da área e a finalidade do programa, desde que previamente propostos e aprovados pela CAPES.


Disciplinas Optativas:
(clique abaixo e veja e ementa)


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 1

EMENTA: Fornecer subsídios à formação teórica básica dos alunos para compreensão e análise da realidade social, partindo de temas presentes na Literatura, História e Antropologia. Será dado enfoque aos pressupostos teórico-metodológicos, bem como estilos literários presentes nas correntes de pensamento das Ciências Sociais e da Crítica Literária a partir de autores clássicos e contemporâneos. Fazendo uso da metodologia para ressaltar o papel da etnografia e da crítica literária no cenário da pesquisa social como forma de ampliar e aprofundar a discussão em torno da relação sujeito-objeto, arte-criador, indivíduos-representações, dentre outros, fundamentais à reflexão e procedimentos do investigador na construção da pesquisa e na prática social.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 1

EMENTA: Estudar a educação no e do campo no contexto das políticas públicas nos diferentes períodos políticos brasileiros: Colônia, Reinado e República. Estrutura, Organização e Finalidade do Ensino. Estudo de um quadro referencial teórico básico para o entendimento dos processos de educação e escolarização dos camponeses no Brasil e no semiárido, com destaque à análise crítica dos estudos recentes acerca das lutas socioterritoriais em prol de políticas de educação no e do campo no Brasil.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 4

EMENTA: Conduzir o aluno a compreender o campo epistemológico da Ciência da Informação e a refletir sobre seu objeto de estudo, contextualizando esse objeto de forma interdisciplinar em relação à cultura, tecnologia, comunicação e conhecimento. Registro da informação. Processos de organização da informação. Classificações filosóficas do conhecimento e teoria da classificação. Aspectos cognitivos da organização da informação. Gestão de arquivos. TICs aplicadas à gestão de conteúdo e ao fluxo informacional. Modelagem de processos de negócio. Conceitos relacionados, aplicações, ferramentas, possibilidades de utilização e tendências. Suportes de registro da informação, linguagens e sistemas.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 2

EMENTA: Conceito de educação em Agroecologia. Princípios e diretrizes da Educação em Agroecologia. Fundamentos da Educação em Agroecologia. Diretrizes Metodológicas da Educação em Agroecologia. Interfaces com a educação popular, educação contextualizada, educação do campo, educação indígena, educação quilombola e educação socioambiental. Complexidade, interdisciplinaridade e transdiciplinaridade. Educação em Agroecologia e tecnologia. Ensino e aprendizagem na ótica do ensino de Agroecologia. Estratégias de aprendizagem: aprendizagens baseadas em problemas, método da problematização e pedagogia de projetos.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 60
Linha de Pesquisa: 2

EMENTA: O campesinato nas sociedades capitalistas, especialmente sua participação nos processos de mudança social, destacando os estudos recentes sobre a persistência e reprodução das comunidades camponesas nas sociedades contemporâneas. Participação de camponeses em organizações de movimentos sociais rurais ocorridos no Nordeste, resgatando sua trajetória histórica até as novas formas de organização e ação em redes. A racionalidade ambiental do campesinato. Campesinato e Agroecologia. Modo de apropriação dos recursos naturais. Cultura e ecologismo popular. Graus de campesinidade. Campesinato e conflitos ambientais.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 2

EMENTA: Fundamentos teóricos da formação econômica brasileira e latino-americana. Território e desenvolvimento no Nordeste. Economia e meio ambiente: reciprocidade, dádiva, economia plural e economia ecológica. Teorias do decrescimento e economia solidária. As práticas da economia solidária que contribuem para a construção do paradigma agroecológico: finanças solidárias, circuitos curtos de comercialização, redes locais e o processo de construção do território. Políticas públicas de desenvolvimento rural e economia solidária.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 1

EMENTA: Autogestão. Princípios e Diretrizes. A Gestão Social e o empreendedorismo social. Origens e conceituação do empreendedorismo. Competitividade nas organizações. Sustentabilidade organizacional. Planejamento estratégico de organizações sociais. Elaboração de projetos sociais e Captação de recursos para projetos sociais. Levantamento de experiências existentes. Análise de empreendimentos e negócios sociais. Empreendedorismo e espírito empreendedor. Habilidades, atitudes e características dos empreendedores – fatores psicológicos e sociológicos. Início e ciclo de vida de uma empresa. Oportunidades de negócios: identificação, seleção e definição do negócio. Elementos essenciais para iniciar um novo negócio: o plano de negócio. Informações ambientais, estratégias de marketing, plano operacional e gerencial e plano financeiro.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 3

EMENTA: Estrutura e dinâmica de Populações e Comunidades. Interações. Sistemas. Perturbação, sucessão, diversidade e resiliência. Ecossistemas. Agroecossistemas: estrutura e função. Agroecossistema como unidade de análise e de ação. Fluxo de energia, matéria e informação. Sustentabilidade. Sistemas de produção. Sistemas mais sustentáveis de produção animal. Sistemas mais sustentáveis de produção vegetal. Desenho e manejo de agroecossistemas sustentáveis. Integração produção animal e vegetal. Sistemas agroflorestais: agrofloresta, sistemas silvipastoris e agrosilvipastoris. Avaliação de sustentabilidade em agroecossistemas da caatinga.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 3

EMENTA: Evolução dos sistemas agrícolas e do uso dos recursos naturais. Contexto das técnicas agrícolas sobre os recursos produtivos. Estilos de agricultura: biodinâmica, biológica, natural, ecológica, orgânica, permacultura. Ecossistemas e o desenvolvimento dos agroecossistemas. Bases técnicas e princípios da Agroecologia. Aspectos socioeconômicos da produção agroecológica/orgânica. Interação genótipo e ambiente. Tecnologias de processo para o uso em sistemas agroambientais. Métodos e técnicas de base agroecológica. Mercados globais e locais. Os circuitos curtos de comercialização, mercados justo e convencional. Mercados institucionais: PAA, PNAE. Legislação e certificação de produtos orgânicos. Base técnica e conceitual da legislação. Princípios e critérios para avaliação da conformidade. Normatização para agroecossistemas orgânicos, conversão, produção, processamento, colheita e pós-colheita. Produção animal. Normas sociais e trabalhistas. Legislação pertinente.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 4

EMENTA: Mudanças climáticas. Clima e agricultura. Sustentabilidade da agricultura. Segurança e soberania alimentar. Efeito estufa. Redistribuição de calor em nível global. Gases causadores do efeito estufa. Variações climáticas. Mudanças climáticas. Cenários do IPCC. Ajuste de escala (global, regional e local). Efeito das mudanças climáticas na agricultura. Efeito da agricultura nas mudanças climáticas. Mudanças climáticas, secas, desertificação e impactos na agricultura. Modelos de simulação de crescimento de culturas para análise de impactos das mudanças climáticas na agricultura. Modelos de simulação de crescimento de culturas para análise de adaptação das culturas à mudanças climáticas. Efeitos diretos e indiretos do aumento de CO2 nas culturas. Simuladores climáticos. Usos dos simuladores climáticos nos modelos de crescimento de culturas para análise de cenários futuros. Aplicação de sistemas e modelos em nível de propriedade individual, regional e global em condições de mudanças climáticas.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 4

EMENTA: A disciplina engloba a variedade e diversidade de plantas, animais e microorganismos que são necessários para sustentar os processos dos ecossistemas agrícolas. Busca-se aliar o desenvolvimento de novas técnicas e procedimentos com a investigação dos fatores ecológicos envolvidos no manejo dos recursos produtivos. A recuperação ambiental exige uma abordagem interdisciplinar e auxiliada por um modelo que envolva os componentes do sistema degradado como o solo, a vegetação, a fauna, a água, o microclima, o homem e o ambiente.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 4

EMENTA: Importância. Meio ambiente e solos da caatinga. Erosão. Manejo do solo e da água. Sistemas de cultivo. Práticas conservacionistas. Planejamento do uso do solo. Manejo de bacias hidrográficas. Recuperação de áreas degradadas.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 5

EMENTA: Crítica ao modelo de desenvolvimento unilinear vinculado ao determinismo e crescimento econômico. Principais correntes teóricas da sociologia do desenvolvimento rural. Desenvolvimento sustentável: novas perspectivas? Etnodesenvolvimento e desenvolvimento endógeno. Multilinearididade do desenvolvimento. A diversidade e identidade cultural e ecológica do território como potencialidades do desenvolvimento. O potencial das culturas e diversidades de saberes dos camponeses e da Agroecologia para construção de processos de desenvolvimento rural. Conceitos, desafios e perspectivas das políticas públicas territoriais contemporâneas para agricultura camponesa e para a governança participativa de territórios no semiárido.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 5

EMENTA: Agroindústrias familiares rurais. Sistemas de produção e controle de alimentos orgânicos de origem animal e vegetal. Sistema de certificação. Legislação. Comparação da qualidade nutricional entre alimentos orgânicos e convencionais. Métodos analíticos para controle e análise de alimentos orgânicos. Segurança e soberania alimentar, sustentabilidade e alimentos orgânicos.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 5

EMENTA: O enfoque da disciplina de Plantas no Tratamento da Saúde e do Ambiente é baseado nos conhecimentos dos Povos tradicionais que utilizam estas plantas na prevenção e tratamento de doenças que acometem animais, plantas e pessoas. Reconhecimento botânico destas espécies herbáceas, arbustivas e arbóreas. Coleta, processamento e armazenamento das espécies vegetais. Implantação do horto famacobotânico com técnicas de cultivo de produção orgânica de base agroecológica. Obtenção de mudas. Plantio. Principias métodos de extração utilizados na medicina popular. Produção de fitoterápicos, normatização e comercialização.


Nível: Doutorado profissional
Obrigatória: Não
Carga horária: 60h (30h teóricas e 30h práticas)
Créditos: 4
Linha de Pesquisa: 5

EMENTA: Relação das práticas de saúde no campo com a produção da saúde coletiva. Aprofundamento do entendimento a respeito da relação entre as práticas de saúde camponesa e as políticas públicas. Análise das práticas de saúde e dos serviços de saúde e das comunidades rurais. Importância das práticas de saúde camponesa para o desenvolvimento da América Latina.